sábado, 31 de julho de 2010

MEMORIAL

Dados Gerais


Disciplina:Língua Portuguesa II Formação Seqüência de ações Carga horária:8 horas

Tema

MEMORIAL: o que é , em que consiste, função e o que se pretende com

Aprendizagens Esperadas

 Reconhecer o memorial como resultado da própria experiência retomada a partir dos fatos significativos que vêm à lembrança;

 Reconhecer o memorial como um espaço de registro do autoconhecimento;

 Estabelecer a diferença entre a técnica de escrita de um memorial e uma narrativa histórica;

 Compreender a função do memorial enquanto suporte auxiliar na formação do aluno;

 Produzir e utilizar instrumentos e procedimentos de avaliação do memorial;

 Criar situações e procedimentos favoráveis à reescrita do memorial;

Conhecimentos Prévios

 O memorial, no Projeto Asas da Florestania, é uma forma de registro que proporciona aos alunos desenvolvimento de competências e habilidade em relação à escrita e à reflexão sobre o ser e estar no mundo.

Situações de Aprendizagem

PERÍODO MATUTINO

Socialização/ Integração/ Acolhida

Sob o som de música instrumental executar a dinâmica a seguir:

O animador deve preparar, previamente, um pôster em que apareça uma figura humana com um ponto de interrogação. Um cartão para cada pessoa. (anexo 1)

1-Distribuir o cartão aos participantes, o animador passa à motivação do exercício.

“Raramente encontramos um ser humano que não admire alguém: um herói, um santo, um cientista... ou mesmo pessoas comuns, mas cuja vida lhe causou impacto. Hoje iremos apresentar ao grupo alguns comentários a cerca dessa pessoa aquém admirou, seja ela viva ou morta, não importa sua nacionalidade, nem tampouco seu prestígio junto à sociedade.”

2- Convidam-se os presentes a anotarem no cartão o nome da personagem e as razões de sua admiração.

3 – Logo após, promover a socialização, momento em que cada participante se apresentará e também à sua personagem e as razões pelas quais a admira, após os demais podem fazer perguntas. É preciso evitar que as preferências das pessoas sejam questionadas.

Avaliação: Para que serviu o exercício? Qual sentimento predominou durante a atividade?

Surpresinha!

Observem o desenho à direita, no final da folha suporte da atividade anterior. Se agrupem de acordo com os desenhos. Socialização (borboleta); Coordenação (arvores);

Avaliação (flor-sorriso); Síntese (nuvens).

Problematização:

Disponibilizar, no centro da sala, quatro molduras contendo fotografias de ambientes das cidades de RB x CZ; RB x RA; RB x ML. Convidar um componente de cada equipe a se posicionarem em circulo ao redor das fotografias. Solicitar que escolham uma fotografia, e reúnam-se com os demais membros de suas respectivas equipes para fazer leitura de imagem. (anexo 2)

Roda de conversa:

• Das imagens observadas, qual você(s) conhece(m)?

• O que sabem sobre estas imagens antes de receberem modificações estruturais e estéticas?

• Como avaliam o efeito estético das imagens observadas sobre o comportamento dos cidadãos?

• Qual a importância dos registros (fotografia e escrita)?

1. Atividade

O formador deverá expor quatro painéis em pontos diferentes da sala, conforme o modelo abaixo:














Cada equipe (Socialização, Avaliação, Coordenação e Síntese) deverá se posicionar em frente a um painel e registrará a sua opinião. Elas terão um tempo para responder as perguntas, pois cada equipe escreverá em todos os painéis.



 Após esse momento, o formador deverá fazer as intervenções necessárias a respeito do foi registrado nos painéis, a fim de ajustar os possíveis desvios conceituais.

 Apresentar os slides para reforçar o entendimento à cerca da importância do Memorial.





Roda de conversa:

O formador colocará a seguinte pergunta no quadro, e fará alguns questionamentos.







Sugestão:

• Como vocês avaliam o Memorial?

• Que intervenções vocês fazem para melhorar a qualidade da produção do Memorial?



PERÍODO VESPERTINO

Equipe de Socialização

2. Atividade

1.º momento:

O formador entregará um mesmo texto para as equipes (memorial do aluno) para que observem e identifiquem 3 desvios na produção textual. (anexo 3)



 O formador pede para os professores sistematizarem como fazem a intervenção, em seguida, socializar.

 Para realizar esta atividade, será entregue papel para anotações.



Com o objetivo de auxiliá-lo na revisão de seu texto para posterior reescrita do mesmo, observe os seguintes aspectos:

1. Iniciou seu texto com letras maiúsculas?

2. Faz as margens dos parágrafos?

3. A apresentação do seu texto está agradável?

4. Fez uso devido da pontuação?

5. Empregou corretamente as maiúsculas?

6. A ortografia das palavras está satisfatória?

7. O vocabulário usado está adequado ao tipo de texto?

8. A organização das palavras nas frases e das frases no texto favorece a leitura?

9. O texto está claro e compreensível para o leitor?

10. As idéias que você selecionou estão numa seqüência lógica coerente, formando um todo compreensível, de acordo com o objetivo do texto?

11. Há alguma parte a ser substituída, eliminada ou modificada?

12. Separação silábica no final da linha é satisfatória?







2º. Momento:

Construir um roteiro

O formador deverá retomar a função do memorial, trabalhada nos painéis, e pedir que apresentem um roteiro que contenha o passo a passo para a produção do memorial.

Observação: É interessante que o formador comente sobre a situação de produção textual. É essencial que a proposta fique clara sobre o que escrever; para quem e por quê.

As equipes deverão socializar, escrito em papel madeira. O formador ajustará conforme o roteiro, em anexo.



3. Atividade

Utilizando um mesmo texto, as equipes trabalharão a reescrita de acordo com as orientações. Logo após, socializar essa atividade. (anexo 4)



1º. Momento



• Revisão ortográfica

• Organização dos parágrafos

• Organização do texto no papel (parte estética)



2º. Momento



• Pontuação

• Concordâncias

• Ordenação e organização das ideias (pensamentos)



Roda de Conversa:

 E possível realizar em sala essa proposta de intervenção?

 Vocês tiveram dificuldade em fazer essa atividade?

 Como vocês avaliam essa atividade?

 Essa proposta esta próxima ou distante do que você realiza em sala de aula?



4. Atividade

O formador entregará diferentes textos para as equipes, e essas analisarão os desvios mais frenquentes encontrados nos mesmos. (anexo 5)

• Consolidar os desvios encontrados nos textos e construir as propostas de intervenções.

5. Atividade

Entregar as equipes o memorial da formação previamente organizado pelo formador. (anexo 3)

Solicitar que façam anotações sobre as atividades até então desenvolvidas, de acordo com o roteiro construído anteriormente.



Orientações Finais:

• Ficha de Avaliação do Memorial (O formador explicará como utilizar a ficha de avaliação do memorial)

• Não rabiscar com caneta vermelha o memorial;

• Ao ler o memorial, pensar em uma atividade para trabalhar os desvios;

• Fazer roda de leitura com o memorial;



Espaços

Sala de aula, espaço alternativo.

Avaliação de Aprendizagem





Elaboração das propostas de intervenções para melhorar a escrita dos alunos.



Referência: Bibliográficas







Anexo

Nenhum comentário:

Postar um comentário